MO AND + MOV AUTÊNTICO

MO AND + MOV AUTÊNTICO

PROGRAMA DE INVESTIGAÇÃO E CRIAÇÃO | RESEARCH & CREATION PROGRAMME

Projetos Colaborativos | Collaborative Projects

Coordenação/Coordination: Fernanda Eugenio & Soraya Jorge | Investigadores Associados/Associate Researchers: Guto Macedo & Naiá Delion | Parceria/Partnership: AND Lab & C.I.M.A.

Neste projecto de investigação colaborativa apostamos no potencial político e na urgência de constituir um campo de troca, de co-habitação e de criação de procedimentos cruzados entre práticas ético-estéticas e práticas somáticas.

A partir da colocação em conversa e da aproximação entre a prática da reparagem/reparação (MO_AND) e a prática do testemunho (MA), unimos forças na direcção da constituição de um conjunto de tácticas para o cuidado de si e o cuidado do entorno. Ao mesmo tempo tentando que as duas práticas possam complementar-se reciprocamente e funcionar como ‘anticorpo’ uma da outra. Embora formalmente muito distintas, é explícita a correspondência entre as práticas. Ambas partilham um mesmo afecto-questão: o compromisso com a afinação da escuta sensível e com a constituição de uma sensibilidade (micro)política, através de uma investigação de cunho experiencial, relacional e situado.

O Movimento Autêntico (MA) é uma prática somática relacional para o desenvolvimento da consciência encarnada/corporificada, chamada de bodyfulness por Soraya Jorge, responsável pela introdução deste trabalho no Brasil e em Portugal, e criadora, há mais de vinte anos, de uma abordagem singular para a sua prática e partilha. O fundamento da investigação proposta pelo MA é a estrutura posicional movedor-testemunha: é a partir do estabelecimento de uma relação de confiança e reciprocidade entre as posições de ver e ser visto que se instaura um campo de forças seguro para a contemplação do corpo e seus estados e para a prática da escuta directa da sensação. A (re)conexão com o plano da sensação funciona como chave para mapear, mover e curar padrões reincidentes, tendências reactivas e feridas emocionais, a partir do desenvolvimento gradual da chamada testemunha interna: uma consciência em movimento, capaz de acompanhar sem julgar, comunicar sem acusar e responsabilizar-se pelas narrativas e interpretações que cria.

É notável o potencial político expandido da conjugação das ferramentas do MA com as do Modo Operativo AND, que partilhamos nas diferentes modalidades de oficinas colaborativas Práticas de Reparagem e Testemunho, orientadas por Fernanda Eugenio e Soraya Jorge, em dupla e/ou em articulação com os parceiros, e também integrantes desta pesquisa, Guto Macedo e Naiá Delion. Por um lado, o MO_AND contribui para a expansão da consciência encarnada proposta pelo MA, num compromisso não apenas com o auto-conhecimento, mas com o engajamento e a participação no plano colectivo. Por outro lado, o MA convoca explicitamente a estender também ao plano do ‘acontecimento individual’?] os exercícios de fractalização da percepção, de acolhimento do acidente e de tomada de posição suficiente, propostos pelo MO_AND.

Colaborações mencionadas | Mentioned collaborations

[English]

MO-AND + AUTHENTIC MOVEMENT

In this collaborative research project, we focus on the political potential and the urgency of establishing a field of exchange, co-habitation and the creation of cross-procedures between ethical-aesthetic practices and somatic practices.

From the approximation and conversation between the practice of reparagem/reparation (MO_AND) and the practice of witnessing (AM), we join forces towards the constitution of a set of tactics of self-care and care for the environment. We try that the two practices simultaneously complement each other and function as each other’s 'antibody'. Although formally very distinct, the correspondence between practices is explicit. Both share the same question-affect: the commitment to the refinement of sensitive listening and the constitution of a (micro)political sensibility, through an experiential, relational and situated research.

Authentic Movement (AM) is a somatic relational practice for the development of incarnated/embodied consciousness, called bodyfulness by Soraya Jorge, responsible for the introduction of this work in Brazil and Portugal, and for a specific approach to this practice and its sharing that amounts to more than twenty years of existence. The basis of the research proposed by the AM is the positional structure mover-witness: it is from the establishment of a relationship of trust and reciprocity between the positions of seeing and being seen that a secure field of forces is created for the contemplation of the body and its states and for the practice of a direct listening of sensations. The (re)connection to the plane of sensation functions as a key to map, move and heal recurrent patterns, reactive tendencies and emotional wounds, from the gradual development of an internal witness: a moving consciousness, able to follow without judging, communicating without accusing and be accountable for the narratives and interpretations that it creates.

The expanded political potential of the combination of AM and MO_AND tools is noteworthy. The combination of tools is shared in different modalities of the collaborative workshops Practices of Reparagem and Witnessing, oriented by Fernanda Eugenio and Soraya Jorge, together and/or in articulation with partners, and also members of this research, Guto Macedo and Naiá Delion. On the one hand, MO_AND contributes to the expansion of the embodied consciousness proposed by AM, in a commitment not only to self-knowledge but also to the engagement and participation in a collective plane. On the other hand, AM calls for the extension, to the plane of ‘individual happening’, of the exercises of fractalizing perception, harbouring accidents and sufficient positioning, proposed by MO_AND.

Colaborações mencionadas | Mentioned collaborations