Sat, 26 Jan | Casa-Consultório

Laboratórios de Verão AND Brasil 2019 | Corpo de Escuta, Corpo de Luta: táticas de (auto)cuidado e comunalidade

Edição #2 | Rio de Janeiro com Fernanda Eugenio (Modo Operativo AND) em conversa com: Guto Macedo, Iacã Macerata, Letícia Barbosa e Mariana Pimentel
Lamentamos, mas as inscrições para este evento foram encerradas.
Laboratórios de Verão AND Brasil 2019 | Corpo de Escuta, Corpo de Luta: táticas de (auto)cuidado e comunalidade

Horário e local

26 Jan 2019, 14:00 – 18:30
Casa-Consultório, R. Bom Pastor, 74 casa 2 S4 - Tijuca, Rio de Janeiro - RJ, Brasil

Sobre o evento

A segunda edição no Rio de Janeiro dos Laboratórios de Verão AND Brasil toma como lugar de pesquisa a injunção entre corporeidade e comunalidade, enquanto campo de lutas político-afetivas e instância de formulação, imaginação e concretização do que queremos e podemos enquanto comunidades. A partir deste plano, convidamos a uma investigação encarnada de possíveis táticas para o exercício conjugado do (auto)cuidado e da luta envolvida no comparecimento co-responsivo no acontecimento coletivo.

Como sustentar o engajamento no cuidado do Comum e, ao mesmo tempo, não descurar de si? Como exercer o cuidado enquanto política de reciprocidade, desviando da lógica do restabelecimento da ordem? Como, ainda assim, reconhecer quando é preciso abrir espaço-tempo para um curar regenerativo? E como proceder a este digerir, sem se ausentar/isentar

da participação?

Como fazer um corpo de luta a partir do despojamento das certezas – e não do seu recrudescimento? E como fazer um corpo de escuta disponível e desarmado e, ao mesmo tempo, guardar/proteger suficientemente um campo de autonomia? Como, por fim, ser cúmplice, ainda (e sobretudo) quando isto envolve prescindir da identificação ou do entendimento? Como fortalecer-se fortalecendo também o coletivo – fazendo deste fortalecer um só gesto, mas do coletivo emergente, a multiplicidade mais vasta possível? A proposta é percorrer de modo radical essas questões, no exercício rigoroso de uma cartografia individual e conjunta dos modos como se faz e refaz, nas diferentes instâncias relacionais, a dobra entre o íntimo e o político.

Numa aposta de que o trabalho pela trans-formação social na direção da justeza é inseparável de um enfrentamento corajoso dos modos como eventualmente perpetuamos, na micro-escala da(s) intimidade(s), formas colonizadas de senti-pensar e existir, propomos partir justo daí: da reparagem corpo-a-corpo na/da relação, trabalhando com franqueza (n)a matéria conseqüente dos modos como nos implicamos, nos posicionamos e fazemos mundo.

O Modo Operativo AND, em seus diversos (contra)dispositivos de jogo relacional e de freqüentação performativa da reciprocidade, funcionará como ferramenta transversal para esta pesquisa encarnada. Aliam-se práticas de sintonização com um corpo multidimensional e expandido (Guto Macedo), exercícios de pesquisa das dinâmicas do “ajuntamento” a partir da improvisação com o movimento (Mariana Pimentel) e um espaço propositalmente aberto para a fala, a escuta e a digestão assistida ao final de cada dia de trabalho (Iacã Macerta e Letícia Barbosa).

Fernanda Eugenio

Lisboa, novembro de 2018

PROGRAMAÇÃO INSERIDA NA TEMPORADA AND LAB 2019 “DO IRREPARÁVEL: O QUE PODE

UMA ÉTICA DE REPARAÇÃO?, projeto apoiado pela República Portuguesa – Cultura / DG-

Artes – Direcção Geral das Artes.

::: HORÁRIOS & LOCAL :::

26 de janeiro a 01 de fevereiro de 2019

fim de semana 14-19h

dias de semana 10-12h30 e 14-18h30

Casa-Consultório: Rua Bom Pastor, 74 casa 2 S4 – Tijuca

::: CRONOGRAMA :::

26 e 27/01, 14-19h (Sábado e Domingo, na Casa-Consultório)

Introdução ao Modo Operativo AND, com Fernanda Eugenio

28/01 a 01/02, 10-12h30 (Segunda a Sexta, manhãs, na Casa-Consultório)

Pré-para-ação de um Corpo Sensível

com Guto Macedo (Corpo Multidimensional) e Mariana Pimentel (Práticas de Ajuntamento)

28/01 a 01/02, 14-17h30 (Segunda a Sexta, tardes, na Casa-Consultório)

Corpo de Escuta, Corpo de Luta: táticas (auto)cuidado e comunalidade (desdobramento do Modo Operativo AND), com Fernanda Eugenio

28/01 a 01/02, 17h30-18h30 (Segunda a Sexta, fins de tarde, na Casa-Consultório)

Exercício coletivo de escuta, formulação e digestão (Iacã Macerata e Letícia Barbosa)

::: VAGAS :::

- Curso completo: 20 (das quais 5 com bolsa de 50%)

- Somente introdutório ou somente semana de desdobramento: 10

::: MODALIDADES DE PARTICIPAÇÃO & VALORES :::

- Curso completo (45h): R$ 1.000 (valor integral); R$ 500 (valor com bolsa 50%)

- Somente introdutório ao MO_AND (fim de semana, 10h): R$ 220

- Somente semana de desdobramento (manhã e tarde, 35h): R$ 780

::: FORMAS DE PAGAMENTO :::

- Inscrições até 30/11/2018: parcelamento em 3 vezes (nov/dez/jan), através de transferência ou depósito bancário da 1a. Parcela e 2 cheques pré-datados.

- Inscrições até 31/12/2018: parcelamento em 2 vezes (dez/jan), através de transferência ou depósito bancário da 1a. Parcela e 1 cheque pré-datado.

- A partir de janeiro de 2019: somente pagamento à vista.

- Política de Desistências: Até 20 dias antes do início do curso, devolução de 50% do valor pago. Após este prazo, não há devolução.

 

::: BOLSAS :::

- 5 bolsas de 50% disponíveis (para estudantes, praticantes regulares do MO_AND, pessoas em dificuldade financeira e/ou situação de vulnerabilidade social. Atribuição por ordem de inscrição, até o final das vagas. Os bolsistas comprometem-se a contribuir com a (re)organização diária do espaço de trabalho, dos materiais e do café/lanche/intervalo, chegando/saindo 30 min. antes/após as sessões de trabalho a cada dia.

::: INSCRIÇÕES :::

Enviar email para andlab.rj@gmail.com ou através do botão "Como Participar" desta página

+ info: www.and-lab.org

SERÃO EMITIDOS CERTIFICADOS DE PARTICIPAÇÃO E FREQUÊNCIA

::: REALIZAÇÃO :::

AND Lab & Núcleo AND Lab Rio

::: PARCERIAS :::

Coletivo Corposições

Casa-Consultório

Casa Territórios

::: APOIO :::

(viagens internacionais)

República Portuguesa – Cultura

DG-Artes – Direcção Geral das Artes

::: EQUIPE :::

Concepção e Curadoria: Fernanda Eugenio

Sinopse/Produção Textual: Fernanda Eugenio

Investigadores/artistas convidados: Guto Macedo, Iacã Macerata, Letícia Barbosa, Mariana Pimentel

Produção: Núcleo AND Lab Rio

Assistência de Produção e Comunicação: Jade Lemos e Luana Leal

Documentação Audiovisual: Gabriela Jung

Design e Comunicação: Alexandre Eugenio

::: EVENTOS CONEXOS :::

- Residência de Investigação AND Cuidado

AND Lab & Núcleo AND Lab Rio

evento restrito aos investigadores e artistas associados ao AND Lab e participantes do projeto AND Cuidado, em parceria com a UFF-Psicologia

21 a 25 de janeiro de 2019

Vale das Princesas, Petrópolis

- Caixa-Livro AND | pré-lançamento  ::ABERTO AO PÚBLICO EM GERAL::

encontro-conversa de apresentação do projeto e venda antecipada com desconto 

com Fernanda Eugenio 

25 de janeiro de 2019, 19h

Casa Territórios (metrô Botafogo)

+ INFO EM BREVE!

_________________________________________________________________________________________________________

::: SOBRE O PROGRAMA LABORATÓRIOS DE VERÃO AND BRASIL :::

2019 - Edição #2 - Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba

Os Laboratórios de Verão AND Brasil propõem uma experiência imersiva de investigação situada à volta das políticas da convivência, através da prática do Modo Operativo AND em conversa com diferentes ferramentas para a escuta recíproca, a composição coletiva e a recomposição de um corpo sensível. Este programa foi desenhado como versão compacta das Escolas de Verão AND, que acontecem todos os anos, no mês de Julho, na sede do AND Lab em Lisboa, procurando reinventar, com colaboradores locais e através de várias parcerias, em diferentes cidades do Brasil, as condições para a instalação de uma zona temporária de atenção e pesquisa aberta a todas as pessoas interessadas na experimentação com ferramentas ético-estéticas para a convivência em reciprocidade. A primeira edição dos Laboratórios de Verão AND Brasil aconteceu em janeiro e fevereiro de 2018, com Labs no Rio e em São Paulo. Nesta segunda edição, os Labs acontecerão no Rio de Janeiro (26 de janeiro a 01 de fevereiro), em São Paulo e em Curitiba (ambos em março).

::: MAIS DETALHES SOBRE AS ATIVIDADES DESTA EDIÇÃO :::

 

MODO OPERATIVO AND, com Fernanda Eugenio

Introdução ao Modo Operativo AND

(carga horária: 10h) – fim de semana, 14 às 19h

Desdobramento do Modo Operativo AND. Corpo de Escuta, Corpo de Luta: táticas de (auto)cuidado e comunalidade

(carga horária: 17h30) – tardes, segunda a sexta, 15 às 17h30

O Modo Operativo AND é um sistema de improvisação e com-posição-com de uso transversal, que oferece uma série de instrumentos para o estudo praticado das políticas da coexistência, da convivência e da colaboração. Através do (contra)dispositivo jogo, este sistema permite a investigação experiencial e conceitual dos funcionamentos e (des)dobramentos do Acontecimento, articulando uma abordagem ético-estética às consequências dos nossos gestos e posicionamentos e estimulando uma sensibilidade atenta e minuciosa às modulações relacionais da reciprocidade (justo meio entre a complementaridade e a simetria) e da suficiência (justo meio entre a eficiência e a desistência).

Através de uma caixa de ferramentas táticas, o MO_AND propicia as condições para a prática de uma filosofia habitada e concreta e para a ativação de uma sensibilidade fractal, trabalhando com escalas de menorização/maximização do (in)visível e de redução/ampliação do espaço e do tempo. Permite, ainda, simular uma simultaneidade dentro/fora, instalando mundos dentro de mundos para, assim, exercitar a sustentação do fora no dentro e do dentro no fora.

Propostas simples, que exploram as formas lúdicas do jogo não-competitivo para tornar manuseável o pensamento e explícitas as consequências do gesto, estimulam ao mesmo tempo a capacidade de auto-observação em ato e a tomada de decisão responsável e situada.

Através de um trabalho de co-posicionamento e (des)dobragem por manejo direto, é possível frequentar a atenção ao comum, a disponibilidade ao imprevisto e o prazer da comunidade, realizando e manuseando a materialidade dos acontecimentos na sucessão espiralada das suas emergências e esgotamentos, acompanhando a sua propagação em regras imanentes e sempre provisórias. Aprende-se, por fim, a negociar, na prática, o justo meio entre os afetos pessoais e os acontecimentos coletivos.

O Modo Operativo AND vem sendo desenvolvido pela antropóloga e artista Fernanda Eugenio desde 2005 e, tendo adotado diferentes nomenclaturas ao longo do trajeto, baseia-se sempre num conjunto de conceitos que, através de dispositivos de jogo performativo, devêm ferramentas-conceito: as modulações É-OU-E, o jogo das perguntas QUÊ-COMO-QUANDO-ONDE, o jogo de descrição-circunscrição/formulação-performação ISTO-ISSO-ISTO, o diagrama de posicionamento Aberto-Explícito, a tripla modulação Re-Parar/Reparar/Reparação, o treino da ‘Desfragmentação’ e as relações-tensão Composição/Posição-com, Decisão/Des-cisão, Saber/Sabor, Resistência/Re-existência, Coerência/Consistência, Explicação/Implicação, Representação/Presentação, Eficiência/Suficiência, (In)dependência/Autonomia, Relevância/Relevo, Rigidez/Rigor, Justiça/Justeza, etc. No primeiro fim-de-semana intensivo, a proposta é dar a conhecer e praticar a filosofia habitada do Modo Operativo AND, permitindo que todos os participantes do curso, tendo ou não contato prévio com esta ferramenta, possam partilhar um mesmo plano de inquietação, a ser desdobrado e complexificado nas práticas propostas na semana seguinte, durante as tardes, desenhadas para permitir a investigação encarnada da questão-tema do Lab deste ano.

PRÉ-PARA-AÇÃO DE UM CORPO SENSÍVEL, com Guto Macedo e Mariana Pimentel

(carga horária 12h30) – segunda a sexta, manhãs 10 às 12h30

O corpo enquanto instanciação e acontecimento existe e vibra num plano que só o próprio corpo pode captar, sob o qual o pensamento reflexivo não tem a visão dominante. O corpo é/está/emerge no/do entrecruzamento de múltiplas dimensões: o visível e o invisível, o dentro e o fora, o que toca e é tocado. Ele não é uma coisa, nem uma ideia, mas o que faz existir uma coisa e uma ideia.

Colocando em conversa as Práticas de Corpo Multidimensional de Guto Macedo e as Práticas de Ajuntamento de Mariana Pimentel, propomos investigar questões de relação e convivência através do movimento. Por um lado, exploraremos dispositivos de esquemas corporais, advindos da abertura perceptiva singular de cada um para com as suas próprias

imagens inconscientes do corpo, trazendo-as para uma sintonização com outros devires, onde o tempo cruza com o espaço, o passado ressoa na relação presente e novos esquemas corporais emergem. Por outro lado, experimentaremos propostas que potencializam o corpo coletivo, fazendo emergir da performatividade modos de viver em sociedade. O objetivo será ativar de forma laboratorial práticas de reciprocidade por meio de elementos da composição e da improvisação em dança.

As manhãs possibilitarão que os participantes possam dedicar tempo à percepção de como seus processos de comunicação e decisão se formulam e se efetivam, em um constante exercício de desapego de si em prol do trabalho em grupo. Reúne práticas que vivenciamos com diversos artistas, tendo como conceitos norteadores os desenvolvidos pelo Modo Operativo AND da artista e antropóloga brasileira Fernanda Eugenio.

EXERCÍCIO COLETIVO DE ESCUTA, FORMULAÇÃO E DIGESTÃO, com Iacã Macerata e Letícia Barbosa

Ao final de cada, dia de trabalho, a proposta é abrir um espaço para o processamento conjunto dos acontecimentos que se passam no plano sensível de cada participante enquanto vivemos juntes. Através da instauração deste breve momento para a reparagem e a recolha de micro-reposicionamentos subjetivos, convidamos a um trabalho coletivo de acompanharmo-nos reciprocamente enquanto procuramos integrar e explicitar no corpo e na fala a matéria sensível revolvida ao longo de cada jornada. Este espaço abre-se a partir da Linha de Pesquisa do AND Lab Lisboa “AND Cuidado”, que, operando na injunção etnografia-arte-clínica, explora a aplicação do Modo Operativo AND à clínica trans, à clínica com a subjetividade e à clínica de território, procurando criar interfaces de relação que permitam 'crescer para o interior' daquilo que é tocado (e revolvido) quando se é tocado pela ética do MO_AND – pela tática de cuidado do entorno através do cuidado de si e vice-versa. A Linha de Pesquisa AND Cuidado é coordenada por Fernanda Eugenio e Iacã Macerata e conta com a supervisão de Eduardo Passos.

Lamentamos, mas as inscrições para este evento foram encerradas.

Compartilhe este evento